Conheça o Primeiro Brasileiro Magento 2 Certified Professional Developer

Lançadas em março de 2018, as certificações Magento2 ainda são pouco conhecidas e despertam curiosidade na comunidade brasileira de Magento.

Você já conferiu todas as certificações oferecidas pela Magento no artigo Certificações Magento e agora vai conhecer mais detalhes sobre a certificação ‘Professional Developer’, voltada para desenvolvedores Magento2.

A prova (a qual custa U$260,00) é composta por 60 questões de múltipla escolha, pode ser feita em até 01h30min e o score mínimo para aprovação é de 39 questões. Suas questões são no formato scenario-based e envolvem as novas funcionalidades implementadas no Magento2 e as diversas mudanças entre as versões da plataforma (que envolvem desde a estrutura de diretórios até o uso do Object Manager, Dependency Injection, UI Components, etc..).

OBS: Uma das novidades das provas de Magento2 é que as mesmas podem ser feitas em casa, sem a necessidade de ir a um centro de teste oficial. Gostou? Veja mais detalhes clicando aqui.

Conheça o 1º dev brasileiro certificado M2

O paulista Igor Ludgero Miura foi o primeiro desenvolvedor brasileiro a conquistar a certificação ‘Professional Developer’ de Magento2 e conversou com a MagedIn sobre a prova.

Confira abaixo a entrevista que fizemos com ele:

– Qual é a sua experiência com Magento 1 e Magento 2?

“Trabalho com Magento desde 2014, desenvolvendo módulos, temas e lojas completas. Trabalho com o M2 desde o seu ínicio quando a versão 2.0 foi lançada. Tenho diversos módulos publicados no marketplace do Magento em minha conta e também na conta da nossa empresa (Imagination Media). Fui o primeiro dev brasileiro e um dos primeiros na América Latina a ter um módulo para M2 aprovado pela Magento e disponibilizado no marketplace. Já desenvolvi todos os tipos de módulos e extensões, tanto para projetos brasileiros quanto para de outros países mundo afora.”

– O que o motivou a fazer a prova de certificação do Magento 2? Oportunidades, satisfação pessoal, salários melhores?

“Como trabalho com M2 desde que ele foi lançado tive a motivação de tirar a certificação por acreditar que tenho uma base de conhecimento sólida na plataforma. Um profissional certificado se destaca no mercado e garante excelência na execução dos serviços passando maior credibilidade e confiança para os clientes. Sendo assim, logo que a certificação foi disponibilizada eu já me interessei em me submeter ao teste. E aqui na empresa a qual faço parte atualmente (Imagination Media) há uma motivação muito grande também em se certificar, todos nós que trabalhamos com a plataforma somos incentivados a se preparar e se submeter aos exames, isso é muito bom, não só para nós como para a empresa também.”

– Como você se preparou para a prova? Durante quanto tempo e qual material utilizou para estudo?

“Como a certificação acabou de ser disponibilizada eu não tive muito tempo de me preparar para o exame. Eu acabei estudando somente um final de semana me baseando na documentação oficial da Magento que lista os tópicos e seções da prova que são abordados. Mas como trabalho diariamente com M2 já há uns 2 anos então minha base de conhecimento é bem sólida o que me credenciou a conseguir passar no exame.”

– O que você achou da prova?

“A prova realmente exige que você domine a arquitetura da plataforma, saiba analisar customizações e como você deve fazer isso, e como trabalhar de forma eficaz e corretamente seguindo as boas práticas. Eu diria que a prova exige um nível avançado de conhecimento e domínio em diversas coisas que um desenvolvedor M2 irá se deparar todos os dias desenvolvendo na plataforma. De forma geral a prova requer um conhecimento sólido na nova versão da plataforma e exige um bom nível de interpretação do desenvolvedor em diversas situações de desenvolvimento.”

– Na sua opinião, quais as principais diferenças entre a prova de M1 e M2?

“A principal diferença eu diria que são os questionamentos sobre recursos que foram adicionados no Magento 2 (ou melhorados) e como você deve utilizá-los, por exemplo os UI components que ainda assustam muita gente, os service contracts etc.”

– Você achou o exame difícil? Dentre as seções, quais foram as mais desafiadoras?

“Eu achei o exame difícil, sem uma boa base de conhecimento e vivência desenvolvendo na versão 2 da plataforma acredito que seja bem difícil de conseguir a certificação. Pelo menos pra mim não teve uma seção que eu tenha achado mais difícil, mas conversando com outros devs que também se submeteram ao exame eu percebo que a seção que o pessoal encontra mais dificuldade são as seções de UI components e customização do checkout. Coincidentemente estas foram as seções em que eu mais pontuei, chegando a 100% de acerto no UI components e quase 100% na customização do checkout. Acredito que se deva ao fato de os UI components serem um recurso novo que não era presente no M1, e também o checkout no M2 mudou bastante em relação ao M1, ele é renderizado totalmente via componentes javascript o que gera uma certa dificuldade de compreensão em primeiro momento.”

– Como se sente sendo o 1º desenvolvedor brasileiro certificado em Magento 2?

“Olha é um orgulho muito grande, eu tenho tentado ajudar como posso a comunidade brasileira e tenho me esforçado bastante nos últimos anos para aprender e conseguir cada vez mais melhorar meus códigos. Eu diria que essa conquista é resultado de bastante empenho, estudos e de um longo processo. Mas espero que mais desenvolvedores venham a se tornar certificados também, isso é bom para o mercado e para a plataforma.”

– Quais os benefícios que você espera que a certificação traga para sua carreira profissional?

“Espero poder participar de projetos ainda mais desafiadores, já que a certificação me credencia ainda mais a trabalhar com a plataforma. A plataforma Magento possibilita uma infinidade de possibilidades e agora com essa certificação espero que seja convidado a participar de mais projetos bacanas e desenvolver muita coisa legal utilizando a plataforma.”

– Você tem algum conselho para quem deseja se certificar em Magento 2?

“Eu diria pra estudar os tópicos abordados no exame e realmente colocar a mão na massa, desenvolver para entender na prática como funciona. Contribua desenvolvendo um módulo que seja útil para a comunidade, contribua no core do Magento, acredito que desenvolvendo você adquire uma percepção maior do que acontece no código, como as coisas são feitas e aí tudo fica mais fácil de ser compreendido. Comecei estudando M2 desenvolvendo uma integração dos Correios, ainda no Magento 2.0. Com esse módulo pude entender a estrutura da plataforma, seu flow e isso me ajudou muito. E alias o módulo continua na ativa nos dias atuais sendo utilizado por bastante gente haha.”

 

E aí.. gostou da entrevista com o primeiro dev brasileiro certificado M2? Nós, da MagedIn, esperamos que o Magento2 continue a crescer e que a cada vez mais e mais desenvolvedores brasileiros obtenham a certificação e ajudem a expandir o mercado de e-commerce.

Falando nisso… começamos o desenvolvimento do nosso curso de Magento2! Fique ligado em nosso blog para mais informações.

Posts recentes

Comentários

    Arquivos

    Categorias